Mãe.

Para quem não sabe eu tenho outro blog chamado Enquanto há vida, ainda haverá esperança. , e neste blog eu posto somente poesias e textos de minha autoria.
Eu tenho muito carinho por este blog, eu o criei em uma ocasião muito difícil da minha vida, onde eu estava tomada por um amontoado de sentimentos que pareciam me devorar, e o blog foi à maneira que eu encontrei de colocar tudo isso para fora.

E hoje eu quero compartilhar com vocês um desses textos onde eu mudei apenas o titulo, espero que gostem.






Saiba que por muitos anos eu quis uma resposta sua,para todas perguntas que assombram meu pensamento.
O que eu fiz pra você? Porque fez isso?
Eu te confesso ,já tive ódio de você,muita raiva,por não me amar,por ter me abandonado,quantas vezes busquei seu abraço em outros braços.

Eu quis dividir com você meus medos de criança,meus sonhos de adolescente,meus conflitos de mulher, por muitas vezes acordei no meio da noite,assustada , querendo um beijo seu, e por um instante acreditei que você estaria no quarto ao lado,e corri pra te chamar,mais você não estava lá,a cama estava vazia,o quarto estava vazio não restava nem seu cheiro pra eu me lembrar de você, sem ter pra onde correr,sem ter a quem pedir ajuda,Chorei, me contorci,me desesperei e voltei pra meus pesadelos,aprendi a conviver com eles,pois sabia que você nunca estaria a meu lado.
Meus pesadelos são reais,seu abandono é real!

Eu ainda me lembro de ver minhas amigas conversando com suas mães na porta da escola,eu ficava observando ,e me olhando pra tentar entender o que havia de errado comigo,onde estava meu erro,onde estava meu defeito,eu nunca encontrava resposta.


Por muitas vezes eu vi você passar na rua e mudar de lado ao me ver,eu nunca tive coragem de te perguntar, por que faz isso comigo?Por que me odeia tanto?Caminho em sua direção, estufo o peito e me encho de coragem pra fazer as perguntas que por tanto anseio ter resposta,mais no meio do caminho eu estremeço,perco a coragem simplesmente porque tenho medo de ouvir sua resposta.
Meu medo de ficar sozinha eu superei,a raiva que sentia de você virou pena,você  me abandonou ainda quando estava em seu ventre,perdeu todas as alegrias de ser mãe.

Mas hoje sou mãe,esperei ansiosa nove meses pelo  nascimento de minha jóia, sofri as dores do parto,e finalmente quando foi colocado em meus braços aquela coisinha tão pequenina,tão frágil,a única coisa em que eu pensei foi em protege-la,em ama-la pra sempre,ai então com lágrimas caindo de meus olhos eu finalmente,encontrei a resposta pra seu abandono.
Eu não tenho nada de errado,quem tem é você,você é que não tem amor,você é que desistiu de amar sua cria,me negou até mesmo seu leite, foi fraca,medrosa,injusta,impiedosa e me faz sofrer até hoje.

Tive que aprender a viver e andar sob este mundo repleto de armadilhas,sem sua mão pra me segurar,pra me ajudar a levantar dos tombos que levei,mas eu aprendi a ser forte,cai muitas vezes,e mais forte me levantei, eu aprendi sem você!

E você nunca vai saber que eu te amo,não que eu não queira te dizer,mas você escolheu não me ouvir.


1 Comentários:

  1. Nunca desista das coisas,
    pra vc ver o que está acontecendo na moda, pode dar uma olhada no site da Lilian Pacce e o FFW também é muito bom,
    beijos

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião ela é muito importante para mim!
E não esqueça de colocar seu endereço para que eu retribua a visita,Beijos.