Relato do meu parto - Normal com analgesia.



Então vamos lá, senta que la vem história...

Após três partos normais, sem anestesia, sem apoio psicológico no pré, durante e no pós parto eu fiquei um tanto traumatizada, mas o sonho de ter uma menina era enorme dentro de mim.

Sonhei não apenas em ter uma menina. Eu sonhei alto, sonhei com um parceiro durante minhas consultas de pré natal, com desejos de gravida sendo satisfeitos por ele, carinhos infinitos, o apoio dele no pré parto, durante o parto e no pós parto. Sonhei em ser respeitada pelos médicos e enfermeiros, ter a sonhada analgesia.
E sonhava também com a nosso primeira foto em família na sala de parto.
E adivinhem o que aconteceu? Tive tudo isso!

⚠ Como Deus começou a preparar meu parto.
Meu pré natal estava sendo uma decepção.
Após algumas idas a santa casa da minha cidade (Pindamonhangaba ) eu saia de lá chorando muito e abalada.
Comecei a perceber que meus traumas eram fortes e reais, e meu medo só aumentava. Entrar em trabalho de parto já com medo, sem anestesia e cheia de traumas do lugar, ia ser complicado.
Eu estava mais consciente dos meus direitos, das violências obstétricas, passei por todas, cirúrgicas e psicológicas.
Eu sabia que neste hospital meus direitos não seriam respeitados. O Tom só poderia ver o parto por um vidro, mesmo sendo o direito a um acompanhante sendo lei.
Mas faltava coragem para ir em outra cidade. O desconhecido me assusta. Eu sou molenga né gente
Mas após conversar bastante com minhas amigas de grupo e aprender o que era uma doula eu dei o primeiro passo para mudar aquela situação. Procurei ajuda de uma doula. Não achei esse serviço gratuito na minha cidade e não podia pagar. Foi então que comecei a procurar por grupos de apoio no face.
E após postar meus medos em um grupo de Doulas no face, Deus preparou um anjo chamado Luana para me ajudar. Aos poucos fomos estabelecendo uma conexão e ela se tornou minha doula virtual. Não planejamos nada, não combinamos nada, foi acontecendo.
E então dei o segundo passo para o meu parto mais humanizado.
Tomei coragem e comecei a cogitar a possibilidade de ter a Mariana em outra cidade, e escolhi o hospital universitário de Taubaté. Passei duas vezes em consulta lá, e gostei muito do atendimento e da política deles. Após conversar bastante com a Lu e o Tom eu decidi que seria lá.
A Lu esteve comigo nos alarmes falsos, nas noites tristes e nos dias felizes.
Até a chegada do meu parto.
🔴 Ela ainda esta comigo, me ajudando no pós parto.

⚠ Agora sim o parto...

Na quarta feira, dia 03/08/16 eu fui ao médico porq estava com contrações, estavam sem ritmo, mas como eu estava com 40 semanas e 1 dia eu precisava fazer cardio do bebê. A médica examinou e disse estar tudo bem com a bebê, 2,5cm para 3cm de dilatação e me disse que eu precisava esperar até 41 semanas, se não entrasse em trabalho de parto iriam induzir.
Fui embora para casa com o bico arrastando no asfalto, 41 semanas passaria da data prevista que o médico deu, como pode isso? Conversei com a minha doula e ela como sempre me acalmou, muitas meninas do grupo (facebook )relataram ter ganho bebê com 41 semanas e tudo ocorreu bem. Eu chorei quietinha na cama, meu coração estava aflito! 😢 Estava com muito medo de passar da hora e algo acontecer com a Mariana.
Fui dormir conformada que a Mariana ia passar da data prevista de parto 6/08/2016 e nem quis colocar o celular para carregar, afinal nada de emocionante iria acontecer para eu postar ou gravar vlog.
💥 Então na madrugada de uma linda quinta feira às 4:40 da manhã, com 40 semanas e dois dias de gestação eu acordei sentindo algo quentinho na minha perna, e pensei: Tô fazendo xixi? Mas eu acabei de ir no banheiro. E continuei sentindo algo quentinho, e já achei que era sangue, tenho essa habilidade de pensar primeiro no negativo 😑 nem pensei que poderia ser a bolsa.

Então cutuquei meu marido que já pulou da cama e acendeu a luz. Olhei na cama e era água, eu ainda achava que era xixi, ai fui cheirar, não era xixi, era a minha bolsa. Como eu esperei por isso, queria tanto ver minha bolsa romper, em 3 gestações não tive esse prazer!
Mandei mensagem para minha doula, e postei no grupo do face que minha bolsa havia rompido, lógico que eu ia dividir isso com minhas companheiras do grupo primeiro!
Fui tomar banho, o liquido não parava de escorrer, já observei a cor e estava branquinha, sinal que tudo corria bem. Sai do banho e o Tom já estava de roupa e pegando a chave do carro. Eu ri e perguntei onde ele ia. Ele disse: Para o hospital ué!

Minha ideia era ficar mais tempo em casa, até dilatar mais.
🔴 Deu dor de barriga no Tom e ainda usou a bombinha de asma dele, alguém acha que ele ficou nervoso? 😂 Amo demais! ❤
Enfim, depois do banho eu achei que o liquido ia parar, mas não parava, fazia poça de água no chão, achei melhor ir para o hospital e até esqueci de olhar meu celular para ver se a Lu (minha doula) já havia visualizado.
Em menos de 30 minutos chegamos ao hospital, já fui examinada e a médica já pediu a internação. Encontrei a mesma médica que tinha me mandado para casa e não quis descolar minha bolsa. Ela me disse: viu só, seu corpo sabe a hora, não precisava se preocupar tanto.
Fui para o pré parto, estava com 3cm, fiquei sem soro na tentativa do parto evoluir naturalmente. A Lu me mandou as orientações sobre os exercícios, agachamento e a posição para ajudar a Mariana descer, ela ainda estava alta. Eu descansei um pouco e segui a orientação dela.
E o Tom? Ah, ele estava do meu lado, me apoiando, conversando comigo, com as médicas, contando para todo mundo que eu sou blogueira e me matando de vergonha 🙈😻
Bom, fiz agachamento, fui para o chuveiro e nada da dilatação ficar ritmada e evoluir, por volta das 15:20 tivemos que colocar ocitocina para induzir.
O tempo todo recebi amparo das médicas, e enfermeiras nenhum procedimento foi feito sem que fosse muito bem esclarecido para mim para o tom. E ficamos esperando a evolução.

Não tava aumentando a dilatação nem com a ocitocina 😢
A cada exame de toque meu medo aumentava, pois não saia de 4cm. Eu estava com medo de sentir as dores das contrações e ainda sim fazer uma cesaria. A Lu sempre conversando comigo e me acalmando.
Por volta das 21:30 da noite, as contrações começaram a ficar doloridas, porém sem ritmo e curtinhas. E a dor foi aumentando, já estava difícil fazer agachamento, eu já dava umas gemidas de dor.
Às 22:40 a dor estava bem mais forte, o Tom estava do meu lado me ajudando a fazer a respiração, mas na hora da contração era difícil até respirar. A partir daí ele começou a teclar com Lu, e ela foi ajudando ele a me ajudar.

O médico examinou, e a Mariana ainda estava alta e 6 cm de dilatação. Eu já estava desesperada e nem sabia quem era eu. 😱😢
Perguntei para o médico quanto tempo eu ainda ai precisar esperar pela anestesia, porque estava doendo muito. Ele disse que já ia subir comigo para o centro cirúrgico, afinal eu já estava a 18 horas com bolsa rota ( já havia tomado antibiótico), e que daria em torno de meia hora para Mariana descer, caso contrário faríamos uma cesaria 😱 Eu não reclamei, só queria ter minha filha nos braços e acabar com aquela dor. Eu estava com medo.
E falando da dor, que dor hein gente, a Eva foi muito palhaça em pecar, culpa dela a gente sentir essa dor! 😠
E vamos para o centro cirúrgico...

Chegando no centro cirúrgico eu estava com medo da anestesia, afinal nunca tinha tomada uma, mas com aquela dor até o medo foi embora. Nem senti nada com a anestesia. O anestesista ainda brincou dizendo que também era a primeira vez dele, olha que se tratando de um hospital universitário poderia bem ser verdade 😂 o importante foi que eu eu parei de sentir dor, essa anestesia é a melhor coisa da vida gente!
E começamos a trabalhar a descida da Mariana, o Tom estava se preparando para entrar na sala de parto. O médico fazia uma leve pressão na minha barriga ajudando ela a descer, eu sentia a contração, mas sem dor, e fazia força.
Eu dizia: desce Mariana, vem filha.
Logo eu senti uma pressão bem forte na vagina, olhei pelo refletor de luz para ver se era ela vindo. Dava para ver tudo pelo reflexo do refletor de luz 😂
O Tom entrou na sala, e o médico me pedia forças mais cumpridas, e eu fiz. Foram uma, duas, três, meu fôlego estava acabando. Escutei o médico falar: Corta aqui. E nesta hora eu fiz mais uma força cumpridaaaaa 😰
( Lembrei do gatorede que eu esqueci de tomar, era pra eu tomar e ter energia pro parto. Recomendações da Lu).
Olhei novamente no refletor e vi a cabecinha dela para fora, aquele era o momento mais importante, eu precisava de forças para fazer sair o corpinho dela. O Tom estava do meu lado dizendo para eu ser forte, que a nossa menina estava chegando, que eu ia conseguir.
Então busquei forças não sei de onde, fiz a respiração que o médico mandou e fiz uma força bem cumprida e as 23:41 minha Mariana nasceu, pesando 3.380 e medindo 49.5 😍
Logo que ela nasceu o médico nos disse: Que meninona mãe, ela é enorme!!
Logo ouvi o chorinho dela e comecei chorar, tantas coisas passaram na minha cabeça. Sentia o peito cheio, o coração batia forte e um sentimento de gratidão a Deus transbordou dentro de mim. Meu sonhado parto sem traumas aconteceu, eu senti tanto medo durante a gestação, mas Deus estava preparando tudo para mim.
Não tive episiotomia e nem laceração, colocaram ela no meu peito na sala de parto, tirei foto, o Tom estava comigo, tive uma doula, fui muito bem tratada pelos médicos. As médicas foram e estudantes que estiveram comigo no pre parto foram me visitar e conhecer a mariana no pós parto

Foi muito melhor que nos meus sonhos!!!

E tudo isso foi pelo SUS, não paguei nada por fora.
⚠Precisei sair da minha cidade, cidade esta que recebe meus impostos, para ter meus direitos e vontades respeitadas.



Eu postei os print das conversas com a minha Doula e alguns videos que gravei no hospital, estão na pagina do blog no facebook, acessem la!
 https://www.facebook.com/BlogFelinas/posts/1154734844599635

0 Comentários:

Deixe seu comentário

Deixe a sua opinião ela é muito importante para mim!
E não esqueça de colocar seu endereço para que eu retribua a visita,Beijos.